Sinfonia em Branco

Sinfonia em Branco

Meu encontro com o livro Sinfonia em Branco, de Adriana Lisboa, acessou um turbilhão de sentimentos, curou feridas, me proporcionou a releitura de histórias partilhadas por nós mulheres, que são…
Tudo que deixamos para trás

Tudo que deixamos para trás

"Se eu soubesse quanta agonia o papel de parede amarelo me daria, nunca o teria aprovado. Pois a cor amarela não se contentava em estar no papel de parede, quer…
A Obscena Senhora D.

A Obscena Senhora D.

“um dia a luz, o entender de nós todos o destino, um dia vou compreender, Ehud compreender o quê? isso de vida e morte, esses porquês” Hilda Hilst é uma…
Flores raras e banalíssimas

Flores raras e banalíssimas

Flores raras e banalíssimas é a biografia de duas mulheres incríveis, a urbanista Lota de Macedo Soares e a poeta Elizabeth Bishop, escrita por Carmen L. Oliveira e que inspirou…
Lua Vermelha

Lua Vermelha

É fato que o feminismo tem trazido à tona a necessidade de debatermos assuntos antes esquecidos ou negligenciados às mulheres. Um desses assuntos que tem despertado a nossa atenção é…
A Sibila

A Sibila

Para Clarice, tudo começou com um sim. Para a escritora portuguesa Agustina Bessa-Luís, tudo começa com um travessão. A característica mais marcante de seu romance mais conhecido, A Sibila, publicado…
Coração e Alma

Coração e Alma

“...enquanto se recompõe, ele agarra o volante com os dentes, morde a borracha, solta um urro ensurdecedor, um urro selvagem e triste, uma coisa insuportável, um grito que ela não…
Oryx e Crake e O Ano do Dilúvio

Oryx e Crake e O Ano do Dilúvio

Que a ficção científica foi criada por uma mulher – Mary Shelley, com Frankenstein, ou o Prometeu moderno – já é ponto pacífico na história da literatura. O fato é…
Fome – Uma autobiografia do (meu) corpo

Fome – Uma autobiografia do (meu) corpo

“O que você tem que saber é que minha vida é dividida em dois, repartida de forma não muito caprichosa. Há o antes e o depois. Antes de engordar. Depois…
3 de 14
1234567