Autoras da Casa: Michelle Henriques

Por: Leia Mulheres | Em: 2 / março / 2021

Em março de 2021 o Leia Mulheres completa seis anos. Ao longo desse tempo, conhecemos o trabalho de muitas mediadoras do projeto, que também são talentosas escritoras.

Como uma forma de comemorar o nosso aniversário e para homenagear essas mulheres que se dedicam ao Leia Mulheres, decidimos divulgar o trabalho das mediadoras enquanto escritoras. Leia Mulheres, inclusive as que leem outras mulheres. :)

Vampyr

Acho que foi numa tarde de sábado
Que ele entrou pela minha porta sem ser convidado
Um vampiro sempre pede permissão para entrar
Ele quebrou essa regra

Na minha sala ele montou sua tenda
Olhando a minha rotina
Me perguntando o que eu fazia
E me dizendo jeitos melhores de viver a minha vida

No meu quarto ele habitou minha cama
Com seus cabelos que cheiravam a cigarro
Com sua pele áspera coberta de tatuagens mal feitas
Enchendo o ambiente com seu ronco alto

No meu banheiro ele deixou vestígios
de seu suor, seus pelos, seu escarro
Ralo abaixo foram pedaços seus
Mas até hoje tiro manchas dos azulejos

(Na cozinha ele nunca pôs os pés)

Acho que foi em outra tarde de sábado
Que rasguei o pano da sua tenda
Recolhi os pedaços de madeira e ateei fogo
Troquei a fechadura, coloquei um cadeado

(Também coloquei uma cabeça de alho na janela)

Do pó 

Minha raiva não é doce 
vem do desconforto 
É amarga como o gosto do remédio 

Gosto de travar a mandíbula 
e quebrar meus dentes
esfarelar os ossos
Engolir a massa de pó e sangue 

Gosto de arranhar meu pulso 
e tirar a pele debaixo das unhas 

Gosto de engolir palavras de sangue 
que têm gosto de prego
Enquanto a minha pele descama
deixando exposto o músculo vermelho 

Minha raiva não é doce
Amarra a língua 
Meus dentes saltam 
A gengiva sangra
se mistura com o veneno 
que eu engulo
mas não morro 

Para Anne S.

Eu já fui bonita
Hoje quebro espelhos
Arranco das molduras
Espatifo pelo chão
Piso nos cacos
e corto meus pés 

Michelle Henriques é uma das coordenadoras do Leia Mulheres. Junto de Juliana Leuenroth ela é mediadora do Leia Mulheres São Paulo. Escreve sobre cinema no site Cine Varda, fala sobre terror no canal The Witching Hour e escreve sobre um monte de coisa no seu blog Michelle das 5 às 7.

Leia Mulheres

Veja outros posts de Leia Mulheres