5 anos de Leia Mulheres

Por: Leia Mulheres | Em: 24 / março / 2020

A ideia do Leia Mulheres como clube de leitura surgiu no finalzinho de 2014, inspirado pela hashtag de Joanna Walsh. O primeiro encontro aconteceu em São Paulo, no dia 24 de março de 2015, com a discussão de A Redoma de Vidro, de Sylvia Plath. Cinco anos depois, um projeto que começou com a ideia de reunir amigos e quem mais se interessasse por literatura cresceu de uma forma que nenhuma de nós imaginava: estamos em mais de 130 cidades, espalhadas por todos estados do país.

Sempre nos perguntam o que mudou desde a criação do Leia Mulheres e a resposta é bem simples: tudo. Nós mudamos enquanto leitoras e principalmente, enquanto pessoas. Conhecemos mulheres, aprendemos coisas novas, conhecemos histórias diferentes das nossas. Esse crescimento pessoal talvez seja a melhor parte, mas também é muito gratificante ver as mudanças ocorrendo no mercado editorial, e a gente gosta de pensar que tem dedo nosso neste processo.. 

Hoje em dia vemos mesas nas livrarias dedicadas exclusivamente às escritoras. Também observamos o nascimento de diversas editoras que se dedicam a publicar mulheres, bem como selos e também um maior número de escritoras sendo reconhecidas. Uma rápida pesquisa nos mostra que grandes premiações nacionais também reconhecem mais o trabalho de autoras como Nara Vidal, Ana Paula Maia e Aline Bei. Claro que muito disso também se deve aos coletivos de escritoras e leitoras, todos espalhados pelo Brasil. 

No final do ano passado nos demos conta de que havia clubes do Leia em quase todos os estados brasileiros, menos no Acre. Fizemos uma chamada no Facebook e a cidade de Rio Branco recebeu o primeiro Leia do estado. Agora estamos em todos, e em alguns países como Portugal e Suíça. Enquanto escrevemos esse texto, outras cidades conversam com a gente sobre a implementação de novos clubes. 

Lançamos um livro de contos pela Pólen Livros, fomos chamadas para mediar mesas com escritoras brasileiras e estrangeiras, aparecemos na TV, demos entrevistas para jornais, vimos escritoras que publicavam na internet lançando seus primeiros livros. E isso é gratificante demais. 

Que venham muitos anos mais de Leia Mulheres!

Com carinho,
Juliana Gomes, Juliana Leuenroth e Michelle Henriques

Foto de capa: Joanna Walsh

Leia Mulheres

Veja outros posts de Leia Mulheres