Dois anos de Leia Mulheres: o que mudou?

Por: Leia Mulheres | Em: 8 / março / 2017

“Ao olhar na sua estante, quantas mulheres você encontra? E quantos homens?” Nos últimos dois anos o Leia Mulheres foi apresentado muitas vezes a partir desta provocação. E nesse tempo, pudemos perceber uma melhora na situação que encontramos em março de 2015, quando começamos com o projeto. Mas seria ela suficiente?

A partir da hashtag #readwomen2014 da autora e ilustradora inglesa Joanna Walsh, projeto que consistia, como sugere o nome (#leiamulheres), em ler mais mulheres durante o ano de 2014. Com essa inquietação, de perceber a discrepância entre homens e mulheres publicados, divulgados e lidos é que surgiu o projeto Leia Mulheres. A Juliana Gomes estava pensando em criar novos eventos literários e o movimento #leiamulheres a chamou atenção pelo tema tão relevante. Por que não levar a hashtag para algo presencial, como um clube de leitura?

A partir da ideia, ela convidou a Juliana Leuenroth, que já tinha experiência com mediação, por conta do clube Leituras Compartilhadas. Para completar o time, a Michelle Henriques foi convidada, pois tinha também um clube de leitura, este porém virtual e com viés feminista. E assim o primeiro clube do Leia Mulheres estava formado.    

Não sabíamos o que aconteceria, se muitas pessoas iriam, se a dinâmica seria bacana. Para começar, escolhemos o livro A Redoma de Vidro da Sylvia Plath e o encontro foi um sucesso. Muitas pessoas participaram, houve muito debate e muitos se sentiram à vontade para compartilhar opiniões sobre o livro e até mesmo sobre suas vidas, traçando paralelos com a obra.

Aos poucos o clube começou a se espalhar pelo Brasil. Nossas amigas de Curitiba e do Rio de Janeiro marcaram encontros em suas cidades. Logo criamos redes sociais para que as pessoas pudessem entrar em contato conosco e para nossa surpresa diversas mulheres pelo Brasil todo nos pediam instruções de como montar clubes. E dois anos depois, chegamos a mais de 40 cidades e estamos em quase todos os estados brasileiros.

Em julho de 2015 colocamos no ar nosso site. Aqui publicamos resenhas, entrevistas, impressões de leitura e divulgamos os clubes. Sempre estamos abertas a receber textos das mais diversas colaboradoras, sobre os mais diversos aspectos que a literatura escrita por mulheres engloba.

Nesses dois anos demos entrevistas para diversas mídias, fomos convidadas a participarmos de eventos pelo Brasil todo. Firmamos parceria com o Garimpo e o Sweek, disponibilizamos um app para celulares com informações sobre os clubes. Recebemos livros de escritoras e editoras independentes. Felizmente sentimos que estamos movimentando um pouco o mercado editorial.

Começamos o clube com o claro objetivo de lermos mais mulheres, pois percebemos que nossas listas de melhores leituras incluíam majoritariamente homens. Queríamos mudar isso, queríamos conhecer escritoras novas, redescobrir as clássicas, conhecer culturas diferentes e assim o temos feito. A experiência não poderia ser mais gratificante. Hoje temos a felicidade de encontrar prateleiras inteiras em livrarias dedicadas a livros escritos por mulheres.

Começamos a mapear também a participação de mulheres em eventos literários, quantas escritoras são convidadas a palestrarem, quantas mediadoras estão presentes nesses eventos, quantas mulheres ganham prêmio e quantas são as mulheres que escrevem crítica. O papel da mulher na literatura não está apenas no escrever a literatura, mas em tudo que a engloba e estamos atentas a isso.

Percebemos muitas melhoras em relação à mulher na literatura, mas precisamos ficar atentas, pois muitas mudanças ainda são necessárias. As mulheres estão tomando mais espaços, mas ainda falta a representatividade de mulheres negras, periféricas e marginalizadas. Não queremos que a literatura se restrinja apenas ao meio acadêmico e distante de muitas pessoas, queremos tornar a literatura escrita por mulheres popular e acessível a todos.

Foram dois anos de árduo trabalho, de muitos contatos e muitas amizades. Queremos agradecer a todas as escritoras, editoras, jornalistas e pessoas que trabalham no meio literário que nos apoiaram durante esse tempo todo. Mas principalmente, queremos agradecer a todos aqueles que participam de nossos encontros, que leem os livros e reservam algumas horas de seus dias para sentarem com a gente para conversar. Obrigada pelo apoio e pela troca de conhecimento.

Em breve esperamos trazer mais novidades, mais clubes novos, mais colunas aqui no site, mais autoras novas e mais encontros. Obrigada a quem está lendo isso e que venham mais anos de Leia Mulheres.

*as ilustrações que compõem a imagem em destaque neste post são da campanha *#readwomen2014 da Joanna Walsh

Leia Mulheres

Veja outros posts de Leia Mulheres